UPS nobreak microprocessado True online dupla conversão por IGBT em alta frequência, paraleláveis

Retificador Carregador Industrial

Retificador / Carregador Industrial RTA BRT V3

Retificador/Carregador de baterias BRT v3 é o que há de mais robusto e moderno no mercado. Com tecnologia 100% nacional, garante confiabilidade e qualidade aos consumidores.

Operam com baterias chumbo – Ácidas ou Alcalinas, tecnologia Ventilada ou Selada.

Projetado para atender missões críticas, onde exige-se corrente CC sem interrupções.

Amplamente utilizados em aplicações industriais e comerciais, principalmente nas configurações para subestações em 125VCC, podendo ainda diversos níveis de tensão CC como 24, 48, 72 e 220VCC e como carregador inteligente de baterias, nas mais diversas configurações e regimes de carga.

Esta família de produto possui CRC Petrobras ativo.

Os retificadores/carregadores de bateria são considerados por sua robustez e confiabilidade em missão critica de manutenção da alimentação CC para cargas de automação, controle e instrumentação, principalmente no segmento GTD (Geração, Transmissão e distribuição de energia). São projetados para alimentar a totalidade das cargas e recarregar as baterias no menor prazo permitido pelo fabricante, além de executar o gerenciamento destas baterias, maximizando sua vida útil. Selo CRC Petrobras Produto Certificado Aprovado

Aplicação:

  • Automação Industrial;
  • Metro ferroviário;
  • Subestações;
  • Motores;
  • Usinas Hidroelétricas;
  • Oficinas de manutenção;
  • Aeroportos;
  • OffShore.

 A falta ou mal entendimento de um retificador/carregador de baterias gera danos ao grupo de baterias existentes (vida útil), falta de energia CC aos consumidores, perda de sinalização em painéis alimentados por energia CC e perda de flexibilidade em manobras e rápida manutenção.

Os retificadores/carregadores devem possuir  grande suportabilidade a descargas atmosféricas e variações de rede pois encontram-se em sua grande maioria isolados em subestações, próximos aos circuitos de média e alta tensão da rede de distribuição. Muitas vezes, isolados fisicamente no trajeto da linha de transmissão.

O Retificador/Carregador de baterias BRT v3 é construído atendendo os padrões e normas  atualizadas no mercado nacional e internacional, destacando-se por ser compatível a qualquer projeto/consumidores em função do ambiente e necessidade de corrente CC, sem limitações e/ou restrições de adaptação.

Desta forma a manutenção engloba atividades coligadas ao fornecimento como  fornecimento continuo de sobressalentes, retrofit, troca rápida de componentes, acesso a montagem e desmontagem de componentes sujeitos a substituição, bem como treinamento, documentação e suporte técnico constante do fabricante.

*consulte a RTA para retrofit em equipamentos de outros fabricantes.

Padrões e Normas:

NR10, N332 (Petrobras), Suportabilidades para abalos sísmicos (Chile, Peru, Equador), certificação Achilles, Protocolos de comunicação IEC 61850, Profibus, Modbus TCP/IP, RTU, Ethernet, DNP3.0, etc.

Podem ser fabricados nos mais diferentes invólucros metálicos, com grau de proteção desde IP-20 até IP-65, em cores normatizadas do cliente. O sistema de ventilação pode ser natural ou forçado, de acordo com os requisitos de projeto.

As capacidades vão de 10A até 2500A, ou centenas de KW, com correção do fator de potência de entrada por filtragem ativa (opcional), com a distorção da corrente de entrada  obedecendo aos limites da IEEE519 ou IEC61000.

As tensões de entrada podem ser  monofásicas, 110 ou 220V ou trifásicas em 208, 220, 380, 440, 480, e 690V, 50 ou 60HZ.

O gerenciamento de baterias compreende os seguintes recursos incorporados: Equalização e flutuação nos modos automático e manual, compensação da tensão de flutuação e recarga em função da temperatura, limitação da corrente de recarga e desligamento por sub e sobretensão nas baterias.

A linha BRT v3 de retificadores carregadores de baterias tiristorizadas oferece poderosa IHM (interface homem máquina), baseada em um CLP (controlador lógico programável), de ultima geração, capaz de prover todos os ajustes, calibrações , medições e gerenciamento completo do equipamento.

As diversas capacidades são paralelaveis e com unidades de diodo de queda customizáveis, permitindo que sejam adicionados ainda ao projeto quadros de distribuição QDCC, unidades de diodo de bloqueios, etc.

Fotos do Produto

Sistemas Tiristorizados:

  • De 24 a 400 Vcc;
  • De 10 a 2.500 A;
  • Supervisão e controle microprocessados;
  • Interface padrão RS-232 com Modbus RTU (modelos com IHM CLP);
  • Interfaces opcionais – PROFIBUS, DEVICENET, SNMP ou DNP-3;
  • Grau de proteção IP-20 a IP-65;
  • Supervisão e controle remoto total;
  • Log de eventos memorizados.